domingo, 4 de outubro de 2009

Fomos num bar de karaokê esses dias – karaokê mesmo, não videokê: Um palquinho onde as pessoas sobem e cantam seguindo a letra numa televisão. CLARO que eu tive que me meter a besta e solta essa maravilhosa e potente voz de barítono que eu tenho.
Não preciso nem dizer que foi uma catástrofe anunciada, um mico premeditado – POR QUÊ !?!? Nunca fiz isso no Brasil, precisava passar essa vergonha específica aqui!?
E como se o vexame em si não fosse suficiente, eu destruí uma das minhas músicas favoritas do Garbage, "Push it". Eu deveria ser preso.
E se eu estivesse bêbado, ainda ia ser divertido! Mas eu estava quase sóbrio.


Bed Ride

Tá, isso é estranho mesmo! Corrida de camas!
Só podia ser o povo das fraternidades mesmo!


video

2 comentários:

Jullia A. disse...

O lance do videoke, relaxa, aproveita o trauma, e pensa que voce tem sorte de ainda ser um homem livre.
e sobre os jogos, nunca joguei vrum. mas o resto parece legal, e bebado.

Nadia disse...

Mano... karaokê é demais.
ahuahuahuaha

Dava tudo pra te ver cantando.
xD

Sobre os jogos... que diabos é vrum?
E o do copo de cerveja + bolinha eu já joguei... na rep hour. é bem divertido.

Saudade.
=***